Meu avô já falecido hoje, um dia me contou uma história que gosto bastante de usar quando dou aulas e até mesmo quando atendo casais para explicar porque um casal age de uma forma enquanto namora e de outra quando se casa. Ele contava:

Um casal, ainda namorando, de mãos dadas foram para uma praça. Sentados, se ouviam e se admiravam. Enquanto prestavam atenção um no outro o tempo começou a mudar. A mulher olhou para seu namorado e disse: “amor parece que vai chover”. Ele muito respeitosamente respondeu: “não amor, foram as nuvens que vieram para admirar o nosso amor”. Se levantaram e ainda de mãos dadas foram embora.

Após um tempo, esse jovem casal de namorados, se casaram. Ao longo dos anos resolveram voltar para a mesma praça. Já não estavam mais de mãos dadas. Sentaram-se e discutiram os problemas do dia a dia. O tempo mudou. A esposa se direcionou ao marido e disse: “amor o tempo mudou”. Ele respondeu: “não está vendo sua burra que vai chover?”

A questão que fica é? O que acontece que com o tempo de relação, o que se construiu na fase de namoro, na maioria das vezes não se estende no casamento?

As respostas variam, porque são muitas as possibilidades que levam um casal a se distanciar. Tem a ver com a história de vida de cada um. Entretanto vou listar três situações em que se pode ter mais cuidados para fortalecer a relação conjugal:

1- Acreditar que depois de casar o outro muda.

Doce ilusão. O que acontece é que, na fase do namoro há um incômodo em relação a outra pessoa, que não é dita. Em momentos de estresse, ambos discutem e voltam para suas casas, quando voltam a se ver, já encontram-se com a ansiedade diminuída. Quando se casam esses incômodos passam a ser verbalizados e a estar presente na relação em forma de cobrança.

2- Se casam e esquecem que continuam namorando.

A rotina do trabalho, da casa, dos filhos, faz com que muitos casais deixem de se curtir, paquerar e se conquistar a cada dia, como faziam enquanto eram namorados. A maioria, após o casamento, não sabe o que é sair juntos sem a presença dos filhos.

3- Se perdem como casal quando se tornam pais.

Como o foco fica nos problemas e na educação dos filhos, tendem apenas a conversar sobre assuntos estressantes, o que distância muito o casal e o desejo de conquista diária. Situação esta que pode levar alguns a procurarem uma terceira pessoa para suprir essa falta.

Quer melhorar seu casamento? Se atente a essas três dicas e tente fazer diferente. Pode ser o recomeço para o casal.

Escrito por:
Fabiane Moraes de Siqueira
Psicóloga e Terapeuta de Família e Casal
 
Acompanhe também:

Links redes sociais: https://linktr.ee/fabianemsiqueira