É possível ser feliz sozinho? Esse é um questionamento que muitas pessoas fazem estando solteira ou não!

Então esteja você solteiro ou casado, leia este texto até o final para saber a resposta a esse questionamento.



Para iniciar essa reflexão vou abordar algumas frases que ouvimos em determinados momentos de nossa vida:
* Se você está solteiro perguntam: quando vai se relacionar sério com alguém?
* Se está namorando perguntam: quando vocês vão casar?
* Se estão casados perguntam: quando virão os filhos e netos?

Esses questionamentos contribuem para a seguinte mensagem: “não se pode viver sozinho”.

Nesse sentido, internalizamos que para ser feliz devemos nos casar e ter filhos. É como se fosse uma obrigatoriedade seguir as expectativas externas e sociais, muitas vezes associadas a compreensão de que para ser feliz precisamos da presença de alguém.

A questão é que muitas pessoas se fixam nessas expectativas e terminam por sofrer muito quando não seguem a multidão!
Isso ocorre porque as pessoas têm medo de não pertencer ou não serem vistas pelas pessoas que amam, ou seja, o medo da rejeição e da exclusão é tão grande que decidem ser melhor fazer o que as pessoas esperam e não o que realmente querem para si!

Por exemplo, quando se conhece alguém e inicia-se um relacionamento, há por parte da maioria dos casais a compreensão de que a partir do momento que estão juntos todas as atividades devem ser realizadas em conjunto. Já observou casais que questionam o tempo todo o que o outro está fazendo e pensando? Muitas vezes esse processo se inicia no namoro e se estende para o casamento.

Esses questionamentos ocorrem porque com o tempo se perde o direito de individualidade que cada pessoa precisa ter na relação com o outro. O que as pessoas não sabem é que este modo de funcionar após alguns anos de convivência trará muitas complicações no relacionamento.

Por isso é importante refletir: você é uma pessoa que necessita de aprovação e atenção?

Se a resposta for sim, dificilmente você será alguém que se sente feliz sem a necessidade de uma outra pessoa e provavelmente vivenciará muitos sentimentos de frustração e dependência do outro.

Entretanto, se a resposta for não, você enfrentará menos dificuldade para perceber que sua felicidade não depende de outra pessoa e compreenderá que SIM é possível ser feliz sozinho! Para isso é importante considerar que tudo o que vivemos precisa ser equilibrado com o que sentimos, pensamos e com o que vivenciamos na relação com o outro.

Escrito por:
Fabiane Moraes de Siqueira
Psicóloga e Terapeuta de Família e Casal
 
Acompanhe também: