Você é um contador de história!

Costumo dizer que a forma como você conta sua história define como você se coloca em seus relacionamentos.

Às vezes você passa por situações na qual se orgulha e situações nas quais sente vergonha e até mesmo culpa. 

Se você vê essa situação como positiva, você fala sobre ela com orgulho, até mesmo sem pensar. Porém, se a enxerga como negativa a tendência é não falar sobre determinados temas, guardar segredos ou até mesmo envolver algumas pessoas que ama nesses segredos não revelados.

O fato é que quanto mais você nega a própria história, mais ela se intensifica e se reproduz. 

Sem que você perceba você continua tendo comportamentos que impedem de se desenvolver emocionalmente, pois a tendência é colocar uma pedra sobre o assunto, fingir que se esqueceu das situações dolorosas e seguir em frente como se a vida estive bem e ótima. Você cria uma máscara, em que por fora parece estar tudo bem, mas internamente não está.

Outra questão importante é que sentimento de vergonha e culpa por sua própria história, pode contribuir para pensamentos e sentimentos negativos, além da possibilidade de cobrar de outra pessoa o que está mal resolvido em você. 

Cobrar outra pessoa significa negar um sentimento em você, da qual não identifica e não percebe, mas que você consegue perceber na pessoa com quem convive: pode ser filho, marido, esposa, amigo, chefe, etc. 

Independente do que você tenha vivido em sua história de vida, pense: de que forma você se tornou mais forte com essa situação?

Se sua história é dolorosa e te trás sofrimento a ponto de não falar sobre ela, ressignifique, busque a possibilidade de dar um outro olhar para a situação e se sentir mais leve para contá-la.

Você não é, quem é hoje, se não tivesse passado pelas situações que vivenciou. E se você culpa alguém por não ser o que gostaria, porque entende que passou por situações que te levaram a estar onde está, lembre-se, ainda é uma escolha não querer superar. Sim, uma escolha. Não saber como fazer é uma outra coisa. 

O que dá sentido para sua vida não está no externo. Está no seu interior e em como você oferta significado para o que vive.

Então responda. Como você conta sua história?

Pense: Você é o que é. Isso já deveria ser suficiente!

 

Quer saber uma maneira de mudar, se fortalecer e obter sucesso na vida? clique no link: http://bit.ly/visionmedesenvolvimentopessoal

 

Escrito por:

Fabiane Moraes de Siqueira

Psicóloga e Palestrante

Acompanhe também:

Youtube: youtube.com/fabianesiqueira

Instagran: https://www.instagram.com/fabianemsiqueira/