Deixar de falar com alguém é uma forma de romper relacionamento.
De um modo geral, a pessoa que deixa de falar com alguém não percebe que sofre porque está mascarando sua dor através dessa ação, mas nesse texto vou te contar o que esse comportamento pode fazer com sua vida ao longo do tempo.
Te interessa?


É sábio quando você se silencia em situação de estresse e conflitos para retomar o assunto em outro momento, porque com essa ação você está evitando mais discussões devido algum impasse.
Entretanto é extremamente destrutivo para quem rompe relacionamento com uma pessoa, pois esse comportamento é realizado como uma forma de não ter mais contato com a pessoa e evitar resolver um conflito que incomoda.
Muitos são os motivos que levam uma pessoa a deixar de falar com alguém: vingança, castigo, punição, uma forma de mandar um aviso de alerta que algo não está bem, acreditar que vai atingir a outra pessoa para que ela sinta um pouco de dor ou muita dor e até mesmo acreditar que, devido muitos impasses, essa pessoa não vai fazer diferença em sua vida.
O pensamento costuma ser: “já que me fez sentir mal, você vai se sentir pior”. “Já que estou sofrendo você vai ver o que é dor”. Já que você não me valoriza ou não aceita minha opinião, vou fazer com que você sofra tanto quanto eu” Ou simplesmente pensam: “para que perder tempo com esse tipo de pessoa?” “Não vai fazer falta em minha vida!”.
Agora o que leva a pessoa a agir dessa forma?
Por uma simples razão: porque ela não consegue encontrar outro recurso psicológico para lidar com a situação! Emocionalmente não é capaz de encontrar outras estratégias porque alimenta em seu subconsciente a seguinte informação: que todo seu sofrimento, dor, raiva ou tristeza é causado pela outra pessoa que merece sofrer, ou simplesmente porque não acredita que essa outra pessoa possa agregar algo em sua vida.
Entretanto essa ação “imatura” pode te trazer os seguintes problemas ao longo do tempo:
  1. Alimentar sentimentos negativos que vão interferir na forma como se sente e na forma como se comporta.
  2. Dificuldade de se relacionar com as pessoas, principalmente se elas tiverem uma opinião diferente da sua. Isso aumenta consideravelmente brigas e discussões na sua vida ou outros distanciamentos com pessoas que considera diferente de você.
  3. Com o tempo você pode se sentir sozinho e isolado, porque as pessoas tendem a se afastar de pessoas que não encontram recursos para um diálogo saudável, ou simplesmente porque você desiste de tentar colocar sua opinião e se afasta das pessoas.
  4. Adoecimento físico e emocional.
Em outras palavras, com o tempo você tende a adoecer, desenvolver dificuldade de se relacionar com as pessoas, se sentir sozinho, apresentar pouca habilidade de se expressar para ser compreendido.
Por outro lado, quando você busca desenvolver a habilidade para resolver conflitos, deixar de falar com alguém vai ser a última estratégia a ser pensada, porque quando você enfrenta, você desenvolve habilidade para se relacionar melhor desenvolvendo empatia, acolhimento e discernimento de como agir em situações difíceis.
Escrito por:
Fabiane Moraes de Siqueira
Psicóloga e Palestrante
Acompanhe também:
Instagran: @fabianemsiqueira