Todas as decisões que você toma são de sua responsabilidade! Pois elas são tomadas a partir do significado que você dá para tudo o que vive.

Então reflita: você é o tipo de pessoa que se responsabiliza por tudo que acontece com você, ou você busca pessoas ou coisas para culpar os seus insucessos?

Você pode decidir se responsabilizar e você também pode decidir se culpabilizar. Também pode decidir ficar no mesmo lugar ou ir muito mais além, desbravando todo o seu potencial. Quer saber como?

“A minha vida não vai bem por causa do meu marido”

“Se não fosse minha família estaria melhor agora”

“Se não tivesse que cuidar dos meus filhos realizaria os meus sonhos”

“Se não fosse a falta de dinheiro me arrumaria melhor”

“Se não fosse essa pessoa intratável eu teria tido a minha promoção”

“Não me atrasaria se não fosse o trânsito”

“Se não orasse longe tudo seria mais fácil”

“Se as pessoas não me provocassem eu não explodiria tanto”

“Se, se, se…”

Percebe o quanto essas frases são desculpas para a não tomada de atitude? Para transferir a culpa para uma outra pessoa ou uma outra coisa? Por que isso acontece?

Porque esse é um jeito de não ter que lidar com algo negativo que acontece em sua vida. O que é negativo causa dor e sofrimento. Então é mais fácil culpar e criticar o outro ou colocar desculpas em eventos externos como tempo, trânsito e outros.

Esse hábito paralisa e te impede de se desenvolver. Porque ao invés de enfrentar as situações, você coleciona insucessos e maus hábitos, reforçando comportamentos anteriores que já estão fixados em sua memória.

Mas tem uma boa notícia:

A autoresponsabilidade é uma habilidade que você pode desenvolver e para isso você precisa decidir entre duas escolhas:

Pensar positivo ou pensar negativo.

Simples assim na teoria e complexo assim na prática. A questão principal aqui é: como você está vendo as coisas? Como está dando sentido aos seus aprendizados. O que tira de positivo em tudo que interpreta como negativo? O que está te fazendo mais forte?

A dor não existe quando se tem significado e clareza sobre o que você faz.

Por isso se você decidir por pensar positivo, ao invés de dizer: “Não me atrasaria se não fosse o trânsito”, diga: “poderia ter saído mais cedo”, ou “poderia ter organizado melhor o meu tempo”.

Ao invés de dizer: “se as pessoas não me provocassem tanto e não explodiria”, diga: “se eu tivesse acolhido melhor meus sentimentos, não explodiria”. Ou ao invés de dizer: “se não fosse a falta de dinheiro me arrumaria melhor”, diga: “o que posso fazer para aumentar minha renda e me arrumar melhor?”

Desenvolva a habilidade de reconhecer suas falhas e também defeitos, pare para respirar, afinal o que você vive hoje é um reflexo de como você está!

 

Escrito por:

Fabiane Moraes de Siqueira

Psicóloga e Palestrante

Acompanhe também:

youtube.com/fabianesiqueira

Links redes sociais: https://linktr.ee/fabianemsiqueira