Você já se viu fazendo algo que não termina porque simplesmente faltou vontade?

Ou porque deu preguiça? Ou porque não tem clareza dos benefícios que teria se tivesse terminado?

Imagino como deve ter se sentido por simplesmente ter começado algo que não terminou.

  • Triste?

  • Decepcionado?

  • Com raiva de si mesmo?

  • Perdeu alguma oportunidade?

  • Perdeu dinheiro?

  • Perdeu pessoas?

  • Culpou pessoas?

 

Imagino o quanto já se puniu por compreender que se tivesse ido até o final, talvez sua vida estivesse diferente agora?

Ou será que você deixa de pensar sobre o assunto, se auto enganando por não acreditar que possa ser um problema?

Independente de qual seja a situação, o que leva a pessoa a ter falta de vontade? Até mesmo para melhorar a sua vida?

Abaixo listo algumas probabilidades:

1-Falta de clareza:

Às vezes você começa uma coisa na empolgação, na motivação e no meio do caminho falta aquele gás para terminar, porque você não soube planejar com metas definidas de um porque que vale a pena!

2- Ausência de persistência.

Às vezes o que planejou ou o que pensou levou mais tempo do que imaginava, e como seu gás vai diminuindo, você simplesmente desiste ou procrastina e se dá mil e uma desculpas para deixar de fazer algo que seria tão importante para si mesmo.

3- Na primeira derrota não se levanta mais!

Essa é a principal causa da falta de vontade. Algo deu errado e por isso acha que, já que deu errado, não tem por que continuar tentando. Afinal porque se esforçar se as coisas saem errado?

E, talvez você não saiba, mas está aí o grande pulo do gato!

Não é porque deu errado uma vez, duas vezes, três vezes, que tem que desistir. Pelo contrário, você precisa persistir. Mas preste atenção, não é persistir no erro, é readequar o que não deu certo e tentar de novo!

Então resumindo: tenha clareza, planeje, persista e não desista!

 

Escrito por:

Fabiane Moraes de Siqueira

Psicóloga e Palestrante

Acompanhe também:

Links redes sociais: https://linktr.ee/fabianemsiqueira